Reportagem

Carapau de Conserva, Ganda Lata

Um dos grandes mistérios da indústria alimentar é: porque razão se faz tão pouco carapau de conserva? Petição, já!

Foram precisos 44 anos para comer a primeira lata de carapaus. E que bom que foi.

A data de validade era de 2021, o que significa que a conserva teria no mínimo quatro anos. Ou seja, quatro anos de reacções de Maillard a baixa temperatura. Uma maravilha.

O carapau é um peixe raro no mundo, que praticamente só se encontra em Portugal e Espanha. Mas, como bem dissecou o Edgardo Pacheco há umas semanas no Fugas, é um peixe sustentável.

A razão pela qual é tão difícil de encontrar conservas de carapau permanece por isso um mistério.

Recentemente, provei umas absolutamente excepcionais. Aconteceu a reboque de um artigo que escrevi para o Expresso. A oportunidade foi uma visita à fábrica da Pinhais, em Matosinhos.

A fábrica é lindíssima, parece um museu, e tem uma loja aberta ao público, com preços imbatíveis (2,50€ a lata) e alguns lotes de excepção.

No momento da compra, estava ao meu lado a directora de marketing da empresa, Patrícia Sousa, que me aconselhou. “Está aí um lote de carapaus que ficou espectacular”, disse-me. E eu multipliquei a encomenda.

Apesar do controlo de qualidade, da experiência e das mãos sábias das mulheres da Pinhais, este lote pode ser diferente de outros lotes.

Não há dois peixes iguais no mar, como não há dois humanos iguais em terra. Estavam gordos, os carapaus? A que horas foram pescados? Fazia muito calor? Levaram gelo suficiente para se conservarem? Foram bem manipulados dentro e fora da embarcação? Quanto tempo esteve a embarcação no mar?

Estas perguntas valem para o peixe fresco, tal como valem para o peixe de conserva. Queremos peixes gordos, saudáveis, frescos.

E se forem carapaus e ficarem quatro anos a confitar em azeite picante, sem pressas, quietinhos dentro de uma embalagem de folha de Flandres, tanto melhor.

PS: O curso de escrita e cultura gastronómica que O Homem Que Comia Tudo vai fazer no Porto, no final do mês, prevê uma visita à fábrica da Pinhais. Quem sabe, haverá carapau!

0 comments on “Carapau de Conserva, Ganda Lata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.