Novidade

Melhor Prato da Semana: Os Pleurotus do Senhor Uva

O micro-restaurante da Estrela faz joalharia com o melhor da horta.

Uma das tragédias da pandemia é o fim dos balcões. Não há imposições legais específicas para isso, mas há limites.

Um dos meus balcões favoritos em Lisboa é o do Senhor Uva, um micro restaurante de cozinha botânica e vinhos de intervenção mínima, colado ao Jardim da Estrela.

Infelizmente, fui lá ontem e confirma-se. O balcão está suspenso. Felizmente, constata-se também o seguinte: a sua cozinha continua maravilhosa.

À frente da casa está um jovem casal canadense, Marc Davidson, na sala, e Stephanie Audet, na cozinha. O espaço abriu em 2019, uma loja em subcave mas com um grande janelão para a rua, onde se alinham garrafas de vinhos de mínima intervenção e origens diversas, da Ligúria, em Itália, a Rheinhessen, na Alemanha, passando por Óbidos.

Se nunca provou um orange wine, este é um bom sítio para o fazer.

A discussão fratricida sobre vinhos não deve contudo desviá-lo da comida, que aqui também é protagonista. E há novidades na matéria, visto que a carta mudou completamente.

Um dos novos pratos é o de cogumelos pleurotus. Na verdade, o nome é muito mais extenso. O prato está cheio de elementos e de detalhes, tudo intricado numa composição entrelaçada, alta joalharia culinária.

Num único palmo de comida, temos caramelizações, assados, reduções, pós, cremes.

Há de tudo e tudo é bom. A crocância doce das sementes caramelizadas, o tostado amargo do alho francês, o tremoço picado e salgado, a gema do ovo perfeita inundando o prato, tantas texturas, tantas emoções, tantos nutrientes, tanta coisa a acontecer da ponta da língua ao estômago, coisas boas, a cada garfada um hmmm — tudo perfeito, produtos de campeonato Michelin (para cima), uma surpresa a cada combinação.

A fórmula da Senhora Uva não está na moda na alta cozinha. A ortodoxia imposta pelos nórdicos europeus e sua arrogância cool tem prescrito poucos elementos no prato — a mesma ideia do mobiliário.

O mundo da alta gastronomia, devoto da lei de Noma (o multi-premiado restaurante de Copenhaga), há muito que segue a máxima e apregoa que assim é que tem de ser. Sempre.

Ora, Stephanie está cá para lhes mostrar que não tem. Canadá rules. Na Estrela.

2 comments on “Melhor Prato da Semana: Os Pleurotus do Senhor Uva

  1. Miguel santos

    Folgo em saber que ainda há por cá quem não tenha sido evangelizado pelo monge Petrini. Os novos acólitos viram a luz num hambúrguer acompanhado de cerveja artesanal servido al fresco. Realmente, coisa de génio!

    Também por isso é um enorme prazer lê-lo.

    PS- Sou admirador do Redzepi, fui ao Noma pré primeira vez no primeiro lugar nos 50 best e hei-de voltar, mas há limites!

Deixe uma Resposta para Ricardo Dias Felner Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.