Pratos Restaurantes

Barriga de porco cozinhada duas vezes

Restaurante Chuan Yue | 8,80€ | Alvalade

Há pouco mais de um ano fiz dez mil quilómetros para comer este prato, um dos mais deliciosos da cozinha da região chinesa de Sichuan. A 16 de Junho aterrei em Chengdu e poucas horas depois estava sentado num restaurante de rua, com um prato de finíssimas tiras de entremeada e uma cerveja Tsingtao à frente.

Agora, revivi o prato, sem os 95 por cento de humidade dessa noite nem o ar carregado das margens do rio Jin. No restaurante Chuan Yue, à Avenida de Roma (onde antes morou o clássico Dragão d’Ouro), em Lisboa, comi o melhor prato da semana: “carne de porco fatiada com dupla confecção”.

Em Lisboa, melhor só no antigo restaurante clandestino do senhor Lu, no número 64 da Rua do Benformoso, que entretanto mudou de mãos. Hoje, o senhor Lu é conhecido por Mister Lu, tem o seu império de restaurantes legais e duvido que continue a manejar o wok com o cigarro no canto da boca.

Este Chuan Yue, a funcionar há um ano, tem um cozinheiro de Sichuan e uma clientela chinesa fiel, que procura em Lisboa alternativas à mais comum cozinha de Cantão.

A barriga de porco é primeiro cozida, depois refrigerada para que possa ser cortada fininha. As entremeadas com dois, três milímetros de grossura, são por fim salteadas e ensopadas numa pasta de feijão preto fermentado e óleo de malagueta, tudo envolto em gengibre, pimento e rama de alho.

O nível de picante é fraquinho mas pode sentir o efeito das pimentas de Sichuan, que tornam a língua ligeiramente dormente.

A experiência é uma viagem incrível e só tem de voar até à Avenida de Roma.

 

Anúncios

6 comments on “Barriga de porco cozinhada duas vezes

  1. Helena Melo

    Estive lá um dia destes e escapou-me este prato. Mas comi, entre outras coisas, pedacinhos de entrecosto deliciosos.

  2. João Pratas

    Este prato é realmente qualquer coisa. Já as caçarolas chinesas (provei a de pato e a de camarão) não têm nota alta.

  3. Artur Hermenegildo

    Comi lá um prato com sangue, tripas e outras coisas “repugnantes” que estava delicioso, e ainda sobrou para levar para casa

  4. Sónia Laima

    Olá Ricardo pode por favor dizer-me onde fica? Googlei, mas não encontrei. Obrigada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s